BARCELONA- UM ROTEIRO PELOS SEUS PRINCIPAIS ATRATIVOS

Set 22nd, 2010 | By | Category: Barcelona para visitar

Barcelona é uma cidade com uma imensidão de atrativos. Mesmo vivendo aqui há quase 5 anos, às vezes encontro lugares novos e coisas que nem imaginava que existiam. Mas para uma visita rápida há alguns pontos que são imprescindíveis de serem visitados e é isso que trataremos nesse post.

Mas antes de falar sobre os atrativos da cidade, comecemos com algumas informações básicas. A primeira coisa que têm que saber ao chegar em Barcelona é que existem várias maneiras para ir do aeroporto ao centro da cidade. A primeira, e mais fácil (porém mais cara), é de taxi. Um taxi ao centro costuma custar entre 3o e 40 Euros. A segunda opção que também é bastante prática é através do Aerobus, um ônibus especial que liga o aeroporto à Plaza Catalunya (ponto mais central de Barcelona) em mais ou menos 30 minutos. A tarifa do ônibus é 5,05 Euros por trajeto, mas se comprar ida e volta juntas o bilhete sai por 8,75 Euros e o regresso pode ser utilizado até 9 dias depois da compra. A terceira, e mais cansativa opção, é por trem. Porém o trem só sai do terminal 2, e a maioria dos voos intercontinentais chega no terminal 1. Então a via sacra a fazer seria pegar um ônibus de conexão entre o terminal 1 e 2 (o ônibus é gratuito e sai a cada 5 minutos), e chegando no terminal 1 pegar o trem para Passeig de Gracia (o bilhete sai em torno de 3 euros), uma das principais estações de metrô da cidade e de onde poderá pegar o metrô para seu destino final.

Bom, depois de conseguir chegar ao centro, é só começar a disfrutar. Para os que tem menos tempo na cidade condal, eu recomendaria pegar o Bus Turítico. O bilhete para um dia custa 22 Euros e o de 2 dias custa 29 Euros, então pela diferença de preço vale a pena pegar o de 2 dias para poder fazer o passeio com mais calma. O bom do ônibus é que além de ver os pontos mais importantes da cidade, eles vão contando a história dos lugares.

Para os que têm mais tempo na cidade, pode-se fazer os passeios por conta própria. Uma boa maneira de começar é dando um passeio a pé pelo centro. Pode-se começar pela Plaza Catalunya, uma das praças mais famosas da cidade e ponto de encontro para barceloneses e turista.

Depois pode-se seguir pelas Ramblas, um grande passeio de pedestres que tem duas faixas de carros bem estreitas ao lado, e onde se encontram a maioria dos artistas de rua da cidade. Aqui se encontram desde estátuas vivas à vendedores de flores e animais.

Panorâmica Plaza Catalunya

Las Ramblas



Sempre cheia de gente, as Ramblas são um bom local para comprar souvenires também. Há um sem fim de lojas de lembrancinhas.

Durante o passeio passará por locais como o  Mercado de la Boqueria, famoso mercado onde se pode encontrar de tudo um pouco; o Teatro Liceu, um dos mais renomados da cidade; e  a Plaza Real.

Teatro Liceu

Mercado de la Boqueria

Mercado de la Boqueria



Recomendo entrar na Plaza Real e a partir daí começar um passeio pelo Bairro Gótico. Subindo a Calle Ferrán chegará à Plaza San Jaume. Ali estão os prédios do Palau da Generalitat (algo como o Palácio do Governo) e Ayuntamiento (Prefeitura).

Seguindo pela Calle del Bisbe, uma das encantadoras ruas que rodeam a Catedral de Barcelona, encontrará um arco gótico que data de 1823 e que une 2 edifícios e que se tornou parte dos cartões postais da cidade.

Arco gótico na Calle Bisbe

Mais adiante chegará à praça onde está localizada a Catedral de Barcelona, fabulosa catedral gótica que data do século 15 (a fachada porém data do século 19). Seu interior é impressionante. Cheia de detalhes e lugares escondidos. A entrada é gratuitta, o horário de funcionamento é de segunda a sexta de 08:00 a 12:45 e de 17:15 a 19:30 (sábado e domingo até as 20h) e não está permitida a entrada com roupas decotadas e curtas.

Catedral de Barcelona

Outro local de interesse é a Basílica Santa Maria del Mar, localizada no Born, bairro boêmio da cidade. O Born sem dúvida é um dos lugares mais agradáveis de Barcelona e recomendo dar um passeio por ali e aproveitar para ver a Basílica, que está aberta de 09:00 a 13:30 e de 16:30 a 20:30.

Santa Maria del Mar

O melhor horário para visitar o Born é no começo da noite, quando suas ruas, algumas vetadas aos carros, se enchem de vida e as terraças dos bares ficam mais do que disputadas. Um jantar por ali ou simplesmente uma cervejinha em um dos seus bares é um programa agradabilíssimo!

O Palau de la Musica Catalana, um auditório projetado pelo arquiteto catalão Lluis Domenech i Montaner e um dos maiores representantes do modernismo catalão, também é um local a ser visitado. Seu interior é belíssimo e cheio de simbolismo. Como Barcelona é uma cidade com muitas coisas para ver, há muita gente que pula uma visita ao Palau de la Musica, mas de verdade eu recomendo uma visita guiada. Outro programa que permitirá conhecer seu interior seria ir a um show ou concerto. Certamente é uma experiência inesquecível! Para contratar visitas guiada pode-se ir ao local (mas as visitas têm hora marcada e convém comprar com antecedência) ou pela internet, no site oficial do Palau: http://www.palaumusica.org/ . A entrada custa 12 Euros.

Palau de la Musica Catalana

Interior Palau de la Musica



Seguindo pelo roteiro de visitas imprescindíveis, o Passeig de Gracia, uma das avenvidas mais famosas da cidade, é uma delas. Nela estão localizadas as casas projetadas pelo célebre arquiteto catalão e representante máximo de Barcelona, Antoni Gaudi. As mais conhecidas delas são a Casa Milà (ou La Pedrera, como é conhecida popularmente) e a Casa Batló.

Os dois edifícios são de uma beleza impressionante. A fachada da Casa Batló, com suas cores diferenciadas e detalhes por todos os lados, lembra o fundo do mar, enquanto a Milà, com tons sóbrios evoca elementos da natureza como montanhas.

La Pedrera

Casa Batló



Recomendo visitar o interior de ao menos uma das casas. Pessoalmente, eu prefiro a Casa Batló. Os detalhes do interior são muitos e eu achei mais interessante, apesar de a Pedrera ser mais famosa internacionalmente. Pode-se comprar a entrada no local, ou por internet no site: www.casabatlo.es. O preço por internet é 10% mais barato do que no local e sai por 16,02 Euros.

Depois das casas de Gaudi, acho que nem preciso falar que a Sagrada Família é de visita obrigatória! A famosa igreja ícone de Barcelona, também projetada por Antoni Gaudi e que está em eterna construção é um dos edifícios mais interessantes da cidade. Nessa visita, compre a entrada com audioguia porque vale muito a pena! São tantos os detalhes das fachadas e do interior que sem um audioguia é impossível entender todos seus significados e a visita não é a mesma coisa.

Sagrada Familia

Para dar uma “palhinha” do tamanho simbolismo utilizado por Gaudi no projeto da Sagrada Família, de momento há duas fachadas construídas: uma do nascimento (de Jesus) que apresenta detalhes mais rebuscados e muita presença de elementos naturais, como animais e vegetação e está orientada ao leste, onde o sol nasce todos os dias, representando assim o nascimento da vida; e a outra é da Paixão (de Cristo), que é mais simples, com figuras de traços geométricos, muitas lembrando uma influência do cubismo e está orientada ao Oeste, onde o sol se põe e representando assim a morte, a penumbra e escuridão. Sentiram o nível da complexidade? E aqui expliquei de maneira resumida apenas um dos detalhe das fachadas. Então fica o conselho: contratem o audioguia…rs.

Há 2 tipos de entrada: A básica que só inclui a visita ao templo e custa 12 Euros; e a combinada, que inclui a Sagrada Família + Museu Casa Gaudi que fica no Parque Guell e custa 14 Euros. O audioguia custa 2 Euros a mais.

Fachada do Nascimento da Sagrada Família

Fachada da Paixão da Sagrada Família



Próxima parada obrigatória: Parc Güell! Esse parque foi projetado por Gaudi (sim, sempre ele!) para ser um condomínio residencial de luxo no começo do século 20. A ideia não “pegou” e o condomínio passou para mãos da prefeitura em 1923, quando foi convertido em parque público. Aqui encontrará elementos arquitetônicos típicos de Gaudi, como os mosaicos no teto da galeria que se encontra logo ao entrar no parque, depois de subir as escadas que dão acesso à parte alta.

Vale a pena passar algumas horas por ali e também subir por um caminho de terra que leva até um dos pontos mais altos do parque e que permite ter uma bela vista de Barcelona.

No Parc Güell também está localizado o Museu Casa Gaudi, local onde o arquiteto passou os últimos anos de sua vida. Não é muito grande, mas como não é caro, pode ser uma visita interessante. O metrô mais próximo do parque é Lesseps (linha verde) e de lá terá que encarar uma caminhada de uns 15-20 minutos (a maior parte é subida), então prepare as pernas, mas pense que o que encontrará no final vai valer a pena!

Parc Güell

Parc Güell

Galeria de Colunas e pário suspenso no Parc Güell

Detalhe de bancos Parc Güell

Detalhe de Mosaicos no Parc Güell

Formas naturais



Outro parque a ser visitado é o Parque de la Ciudadela. Este é um parque mais urbano que o Parc Güell e é um dos mais procurados pelos barceloneses. Nos dias de primavera e verão o parque fica lotado de grupos de amigos e famílias que aproveitam seus gramados verdes para fazer picnics, reuniões musicais, sessões de leitura debaixo da sombra de uma árvore ou simplesmente para descansar um pouco. Caminhar um pouco pelo parque é bem agradável e aproveite para passar pelo lago e pela fonte.

Lago Parque de la Ciudadela

Fonte Parque de la Ciudadela



A Plaza Espanya e a região do Montjuic também entram no roteiro! Chegando na Plaza Espanya (em catalão!) verá as 2 torres venezianas que se encontram a sua frente e ao fundo, no alto do morro o Palau Nacional, edifício onde está localizado o Museu Nacional de Arte da Catalunha.

Aqui também acontece o espetáculo das fontes mágicas do Montjuic, que é um show gratuito e que merece ser visto. O show ocorre normalmente de maio a setembro de quinta a domingo de 21 a 23 horas a cada 30 minutos. De setembro a dezembro costuma ser de quinta a domingo de 19 a 21 horas e as fontes não funcionam nos meses de janeiro e fevereiro. Antes de ir até o local, vale a pena conferir a agenda para ver se no dia escolhido haverá o espetáculo: http://w3.bcn.es/XMLServeis/Asia/XMLFitxaAsiaCtl/0,4122,290652295_303687541_2_96318091405,00.html?tipusEnllac=agenda&idFitxa=96318091405&nomesFitxa=true&llistaCanal=NO

Plaza Espanya

Palau Nacional

Fontes do Montjuic



Na região do Montjuic também estão localizados os estádios olímpicos de 92, as piscinas olímpicas, etc, então um passeio diurno pela área é algo interessante para conhecer as instalações das olimpíadas.

E como não passar por ela? A praia de Barcelona também é um passeio essencial. Nem que não seja para ficar na praia, vale a pena dar uma volta pela orla e sentir o clima do local. A orla de barcelona vai desde Barceloneta (bom, a partir do ano passado desde o Hotel W, hotel em forma de vela que fica na beira da praia) até o Fórum. É muita coisa para fazer a pé, então o ideal é escolher um ponto e passear por ali.

Praias de Barcelona

De Barceloneta até a região do Porto Olímpico se pode percorrer tranquilamente a pé e é um passeio bem gostoso. Barceloneta é o antigo bairro de pescadores da cidade. Suas ruas estreitas e prédios antigos podem, para muitos, lembrar um cortiço, mas a verdade é que esse bairro é uma das preciosidades da cidade. Dê uma volta por ali e siga para a praia, onde poderà continuar caminhando pelo largo calçadão até chegar na escultura em metal dourado que lembra um peixe (se vê a kilômetros de distância). Chegará até a Avenida Marina onde estão localizadas as torres do Hotel Arts (um dos melhores da cidade) e da seguradora Mapfre. Ali também está o Porto Olímpico, onde se pode encontrar vários restaurantes e bares.

Prédio de Barceloneta

Porto Olímpico



Com este roteiro poderá ver o essencial de Barcelona. E caso tenha mais tempo, a melhor forma de conhecer a cidade, é se deixar perder pelas suas ruas!

Veja também no blog:

Barcelona através de um caleidoscópio

Costa Brava- A febre do verão da Catalunia

Menorca – Um paraiso Espanhol

Tags: , , , , , , , , , ,

18 Comments to “BARCELONA- UM ROTEIRO PELOS SEUS PRINCIPAIS ATRATIVOS”

  1. Sheyla disse:

    Miga…SENSACIONAL!!!
    Me apaixonei pelo seu BLOG…muito interessante…estou repassando para um monte de gente!!!PARABÉNS…inclusive vou usar essas suas dicas quando estiver por ai…
    Bjus
    She

    • É isso aí, espero que as dicas sejam úteis e se tiver dúvidas é só perguntar… farei o possível para ajudar!

      • Mariana disse:

        Olá! Estou indo a barcelona mas queria uma indicaçao de hotel ou bairro onde ficar. Que seja bem central e confortável. Muito obrigada, marianaconde75@hotmail.com (se puder apague meu email/mensagem daqui depois de responder.

        • Oi Mariana,

          Caso você queira ficar na região central de Barcelona, você deve procurar por hotéis perto das Ramblas ou na região do Borne ou Bairro Gótico. Esses são bairros bem centrais e próximos das principais atrações turísticas. Porém, tenha em conta que ficando ali pagará mais caro pelos hotéis e que alguns deles são bem antigos. Caso prefira ficar em locais mais sofisticados, recomendo a área em torno ao Paseo de Gracia. É uma área central ainda, mas foge um pouco do burburinho constante do Bairro Gótico ou do Borne. Tudo vai depender do tipo de hotel que você está procurando e do seu orçamento de viagem. Em Barcelona existem hotéis para todos os gostos e bolsos, porém, quanto mais próximo do centro, mais caro…. uma opção de hotel não muito cara, que está um pouco distante do centro, porém que está bem próximo a uma estação de metrô, é o Hotel Glories (este hotel está localizado a uma quadra da Plaza de Toros e a uns 10 minutos andando da Sagrada Familia. Para ir ao centro são 10 minutos em metrô).

          Bjos

  2. Camila E. disse:

    Bem legal esse roteiro chegarei em BAacelona dia dia 24 de abril.
    Gostaria de saber em qtos dias dá pra fazer esse roteiro e se vc sugere algum outro lugar imperdível perto da cidade. Caso dê tempo de fazer… Obrigada

    • Oi Camila,

      Entao, em Barcelona recomendo pelo menos 3 dias. Com esse tempo podera ver a maioria das coisas desse roteiro e se apertar o passo consegue inclusive completa-lo. Sobre lugares imperdiveis perto de Barcelona, poderia citar Montserrat (ainda nao escrevi sobre la no blog), porem soh vale a pena ir para lah se o tempo estiver bonito. Eh uma cadeia montanhosa proxima a Barcelona e onde no alto ha um monasterio. Porem como em Fevereiro faz frio em Barcelona, nao sei se conseguira ir para lah.

      Outra opcao seria alugar um carro e fazer um passeio pela Costa Brava (De uma olhadinha no post Costa Brava aqui do blog). Da para fazer um roteiro de 1 dia por algumas das cidades citadas no post como Figueres, Cap de Creus e Cadaques.

      Bom, espero que tenha ajudado. Caso precise de algo mais, eh so falar!

      PS: Desculpa pela falta de acentos, mas estou com problemas no teclado :-)

      Abracos!

  3. ANDRE AVELINO disse:

    Boa tarde! Parabéns! Achei bem legal suas dicas. Estou indo para Barcelona essa semana. Já estive antes, há muito tempo. No seu roteiro você não falou sobre o Oceanário, nem sobre o Jardim Zoológico. Vale a pena visitar? E um pouco mais, você teria dicas de restaurante com a comida típica de BCN que tivesse um custo razoável?

  4. Oi Andre,

    Espero que ainda esteja em tempo de te responder. Desculpa a demora, mas essa semana tem sido uma loucura. Vamos lá, oceanário e Zoológico de Barcelona são atrações totalmente secundárias. Caso você tenha tempo e já tenha conhecido todos os outros lugares que te interessem, aí sim acho que vale a pena visitá-los, porém se o roteiro for corrido, deixe de lado essas atrações pois há coisas muuuiiiitttooo mais interessantes na cidade.

    Sobre restaurantes, há um chamado Envalira, no bairro de Gracia que serve uma ótima paella. Outra opção para comer uma boa paella é um restaurante de rede chamado Tascas e Vins (há várias filiais, mas o que eu costumava ir fica na Calle Industria). Para umas boas tapas, recomendo o Raika, localizado no bairro do Born (porém chegue cedo pois o bar lota e não há muitas mesas) ou o El Tropezón localizado no bairro Gótico, bem próximo ao Prédio dos Correios que fica no final da Av Laietana.

    Bom, acho que essas são as melhores opções ou ao menos as que eu sempre ia quando queria comer algo bom…

    Espero que sua viagem seja ótima… e não esqueça de passar por aqui para falar o que achou das dicas..

    Abs

  5. Opppsss, Andre, cometi um erro na resposta acima, o bar Raika está localizado no bairro de Barceloneta, e não Born como comentei acima…

    Abs

  6. Sarita disse:

    Adorei seu blog e vou te “explorar” um pouquinho mais com algumas perguntas pois nada como escutar a opiniao de alguem que morou num lugar.
    Vou estar visitando Barcelona com meu marido e meus dois filhos adultos no final de Maio. Chegamos dia 28 (Sabado) pela manha e vamos embora na 3a. feira cedo. Programamos tres dias para visitar Barcelona mas agora estamos com uma duvida sobre como planejar esses tres dias por que nao sabemos o que fica aberto aos domingos. Inicialmente nosso planos seria fazer o “roteio Gaudi” no Sabado e a cidade Gotica, Ramblas, Boqueria, etc. ao domingo. Na segunda feira iriamos a praia, que deve estar menos cheia que no final de semana. Mas se a Boqueria, igrejas, etc. nao ficam abertos para vistacao aos domingos, podemos fazer esse passeio na 2a. feira.
    Outra coisa que gostaria de sua opiniao e’ se vale a pena ir ate’ Figueres para visitar o museu do Salvador Dali. Como o museu nao abre as 2as. feiras teriamos que ir ate’ la no domingo. Eu nao estou muito animada porque moro na Florida e aqui temos um museu do Dali maravilhoso em San Petesburg que visitei a dois meses atraz, mas meu filho esta muito querendo ir ate’ la. entao trocariamos o dia das praias pela ida ao museu. Voce acha que vale a pena?
    Obrigada, Sarita

  7. ELIZABETH ALVES disse:

    Cara colega….

    Suas dicas são maravilhosas!! Principalemnte para mim, pois no próximo dia 06/05/2011 estarei em Barcelona durante 12 dias, e infelizmente meu anfitrião não poderá me acompanhar sempre! Então terei que me arrumar sozinha mesmo, ou melhor…gostaria que me informasse se tem pessoa ou grupos que eu pudesse me juntar com segurança e fazer os belos passeios!!! Outra coisa tmb não falao espanhol, será q terei muita dificuldade para fazer meu tur???

    bjus e desde ja agradeço a atenção.

  8. Oi Sarita!

    Com 3 dias em Barcelona dará para ter uma idéia legal da cidade. Será meio corrido, sem dúvida, mas poderá conhecer a maioria dos seus encantos. O mercado da Boqueria fecha aos domingos, então realmente convém mudar o passeio para segunda.

    Sobre o museu Dali, eu recomendo. É completíssimo e nada melhor do que visitar o museu do artista na sua terra natal, porém, com 3 dias somente em Barcelona não acredito que dará tempo. Se você tivesse mais dias diria para você ir sem dúvidas, mas como é pouco o tempo que estará por ali, acredito que seja melhor aprofundar-se em Barcelona.

    Bom, é isso aí… qualquer dúvida é só dizer

  9. Paula disse:

    Estou aproveitando o máximo teus post para meu roteiro – Europa em nov/12. Ficarei em torno de 4 dias e quero aproveitar bastante e suas dicas estão maravilhosas. Adoro blogs de viagem e o seu está especial. Como estou passando meus diários pessoais para meu blog, espero que com o tempo fique tão legal quanto o seu!!! Uma certeza eu tenho, você irá conosco em nossa viagem… Abraços.

    • Paola Belon disse:

      Oi Paula,

      Seja bem vinda ao blog, espero que seja muito útil em suas viagens e nao esqueça de passar por aqui para compartilhar suas experiências. Sobre o clima na Europa em novembro, já é bem friozinho, viu… Ainda nao é o auge do frio, mas as temperaturas sao baixas. Depende mto de onde vc estará, se estiver em Barcelona por exemplo nao é muito úmido essa época nao, mas leve casacos e roupas praticas mas que te aqueçam pq essa época já faz frio por lá…

      Bjos

  10. Paula disse:

    Deixa só eu te explorar um pouquinho?!! Irei em novembro/12 e estou pensando na temperatura. Vi que a temperatura oscila entre 10 e 20º (correto?), seria parecido com o outono gaúcho? Ou o frio é mais intenso, úmido? Valeu…

  11. Carol disse:

    Olá Paola,
    Antes de tudo parabéns adorei o blog!
    Eu vou fazer um curso de espanhol em julho e estou em duvida entre Barcelona e Madrid
    Mesmo sem ter ido me apaixonei por Barcelona, mas dizem que o Catalão pode atrapalhar o aprendizado.
    Você acha que de fato atrapalha, ou da pra aprender numa boa?
    Brigada ;)

    • Paola Belon disse:

      Ola Carol,

      Barcelona ou Madrid? Hummm, eu sou suspeita para falar.. rsrs… Madrid é uma cidade bem legal, mas na minha opinião Barcelona é demaaaais!
      Sobre o catalão, eu fiz um mestrado lá e não me atrapalhou em nada o idioma (somente algumas aulas eram em catalão, mas mesmo assim os professores eram bem flexíveis e como havia estrangeiros na sala, mudavam automaticamente para o castelhano). Em um primeiro contato com a lingua você vai achar extremamente esquisita e difícil, mas depois de algum tempo vc se acostuma e fica até fácil entender. Existem cursos gratuitos do idioma para estrangeiros tb, o que pode te ajudar caso sinta necessidade. Outra coisa importante é, antes de se matricular no curso, checar com a faculdade em que idiomas serão ministradas as aulas, pois se for em catalão (há algumas faculdades que tem cursos em catalão e outras não) pode ser que fique mais difícil.. mas como há muitos estrangeiros em Barcelona, não são todas as faculdades que adotam o catalão, então vale a pena checar.

      É isso aí.. boa sorte na sua escolha!

Leave a Comment


oito + 6 =